23 agosto 2017

W. Reynolds versus Bordallo Pinheiro. Et alli.

Finalmente encontrei a fonte do parafuso de Raphael Bordallo Pinheiro, foi em Judy (não confundir com a revista norte-americana Jugde).
As "metamorfes" de Bordallo são inspiradas nas de W. Reynolds (seria ele o George William MacArthur Reynolds?).
Em 24 de maio de 1877 Bordallo publica esta metamorfose, em O Mosquito:

Ed. 416 de 1877 - O Mosquito
Mas em primeiro de dezembro de 1869 W. Reynolds (suponho que seja ele, pelo traço e pela "gag" que parece ter sido toda desenvolvida por ele em Judy):

01/dez/1869 - Judy
Em 14 de abril de 1877 Bordallo postou essa metamorfose:

Ed. 410 de 1877 - O Mosquito
Que, como mostra o site Töpfferiana, influenciou Cândido Aragonez de Faria (um dos criadores de Nhô-Quim) a fazer esta HQ em 17 de março de 1883:

Ed. 168 de 1883 - La Caricature
Mas em 4 de janeiro de 1871 W. Reynolds havia criado esta metamorfose abaixo, em Judy:

04/jan/1871 - Judy
W. Reynolds fez outras tantas metamorfoses, acrescento esta aqui de 18 de agosto de 1870:

17/ago/1870 - Judy
 E por falar em metamorfose, vai esta de A. Castaño (criticando o prefeito do Rio de Janeiro talvez por favorecer os imigrantes chineses da época):

Ed. 6 - 12/out/1895 - O Nicromante
Fontes:


21 agosto 2017

O Tico-Tico, alguns artistas que não consegui informações adicionais

No final de 1916 e por todo o ano de 1917 parece que a safra de medalhões na revista estava escassa.
O Augusto Rocha acabara "Max Müller", Yantok e Storni (pai) estavam meio faltosos...
Daí surgem algumas 'promessas'...

Perdigão:


Ed. 631 de 1917
Renatinho (seria um leitor? seria um "l" após o nome?), com um traço tosco ou naïf, se preferem:

Ed. 604 de 1917.  Parece ter sido a primeira HQ brasileira a flexionar o anglicismo "shoot" para a forma 'shootal-o' (ou "chutá-lo" na grafia atual), veja no quadrinho inferior esquerdo.
Ed. 607 de 1917








 
Ed. 607 - nesta edição apareceram 3 HQs de Renatinho.  Reparem que ele usava balões.

Ivan:

Ed. 617 de 1917
Ed. 618 de 1917
Krneiro (seria leitor?), só encontrei esta HQ dele:

Ed. 622 de 1917
Edmir:

Ed. 625 de 1917
Ed. 629 de 1917
Ed. 649 de 1918, já com a novo logo de capa que havia sido inaugurado em 26 de setembro de 1917
Oscar Cardona (seria esse o mesmo Cardona que em 1924 publicaria HQs no "Almanak da Revista Infantil"?), um leitor que manda uma HQ-fanpage do Baratinha - personagem amigo do Zé Macaco, ambos criados por Storni 'pai'):

Ed. 605 de 1917
Fonte:  Biblioteca Nacional

16 agosto 2017

Ramon Escaler i Ullastre (1862 - 1893)

Artista catalão que talvez tenha usado pela primeira vez balões na Espanha, em 1892 na revista "La Semana Cómica".  O ponto interessante é que no subtítulo está entre parênteses "Historia Muda":

Edição n. 18 de 4 de maio de 1892 - página 11 do link da Biblioteca Nacional de España
O nome completo encontrei aqui (na descrição da revista), neste blog e nesta enciclopédia catalã.  E principalmente neste blog catalão de Jesús Almatell Molas.

Escaler também parece ter sido o primeiro a criar uma HQ com exemplo claro de flautulência, o sujeito era a irreverência em pessoa.  Foi em "Barcelona Cómica":

Edição n. 79 de de primeiro de janeiro de 1891 - página 24 do issu da Biblioteca Nacional de España

09 agosto 2017

Capítulos 51, 52 e 53 de Zé Caipora

No último post vimos os capítulos 48, 49 e 50.
Vamos aos seguintes:

Cap. 51 de 24 de março de 1906 - edição 184 de O Malho - observem que por um erro tipográfico o capítulo aparece como o de n. 50 que já havia sido publicado na edição 183 de 17 de março de 1906, aqui
Cap. 52 de 31 de março de 1906 - edição 185 de O Malho
Fonte dos capítulos acima:  Biblioteca Nacional

Cap. 53 de 7 de abril de 1906 - edição 186 de O Malho
O capítulo acima não foi encontrado no arquivo da Biblioteca Nacional e sim no arquivo da Casa Rui Barbosa.

03 agosto 2017

HQ londrina de 1830 - com balões.

A revista mensal The Looking Glass, editada por Thomas McLean, usava muito dos balões.  O desenhista era William Heath.

Em 1830, no seu primeiro ano, fez um misto de reportagem e HQ sobre a Revolução acontecida na França (que irradiaria pelo mundo todo).  Foi em setembro:


Um pouquinho antes, em julho do mesmo ano, apareceu esta HQ que denunciava a prática de suborno e o claro abuso de autoridade.  Em resumo é mais ou menos o seguinte:  dois pescadores tinham que pescar além do necessário para o alimento para que pudessem pagar um "pedágio" imposto pela autoridade, como não conseguiram, foram presos, a rede de pesca foi destruída, e os peixes foram confiscados para o jantar da dita autoridade.  Dei um zoom na imagem porque se trata de uma parte da página 3.  Abaixo transcrevo o texto em inglês para os mais exigentes:


Shower of frogs at Algiers
(White-Bait)

Their honors the aldermen are coming down to dime.  I hope we may catch fish enough for them, Tommy.

This is terrible, catching white bait, destroy the nets, and send those fellows off to scal (?).

We are slaring.

I sent two rascals off to jail this morning for fishing with unlawful nets…  Don't you think this white bait excellent Mr. Deputy.

A fonte foi esse magnífico projeto italiano, chamado MARENGO.

26 julho 2017

Revista da Semana (1900 até 1959)

Estava procurando algo (sempre haverá algo novo) sobre o Angelo Agostini e me deparo com essa revista, que falava sobre caricaturas e caricaturistas muito mais que as outras do seu tempo, além de trazer muitas caricaturas e também HQs (brasileiras e estrangeiras, citando o autor e o periódico de origem).
Antes dela parece que somente Joseph Mill (via livro do Luciano Magno), Max Fleiuss, Araújo Viana, e talvez Raul Pederneiras tenham dispensado um tempo ao assunto.
Bom, vamos aos artigos sobre caricaturas, o primeiro de 1923 é assinado por Constâncio Alves - da ABL:





Esse de 1939 não é assinado é de autoria de Ruben Gill, segundo valiosa informação de Leonardo de Sá (in comentários):

O tal Leopoldino Faria na verdade é o Cândido Aragonez de Faria



Depois veio esse de 1940, escrita e muito bem ilustrada por Claudinier Martins:

Note que ele se engana com o Agostini e menciona Semana Illustrada ao invés de Revista Illustrada


Foi aqui que fiquei sabendo que o Raul Pederneiras ilustrou várias capas de livros:


Em 1944 trouxe uma extensa entrevista com J. Carlos, mas pra não alongar o post achei essa carica dele feita em 1912 pelo Luiz Peixoto de Castro - que tinha um traço magnífico:


Em 1945 foi a vez do Belmonte em uma entrevista também longa que achei por bem postar apenas essa curiosidade que não tinha visto em lugar algum - os pseudônimos dele:


A revista também homenageava caricaturistas falecidos, veja essa lembrança quando da morte de Agostini:

Arte de Amaro
E como o assunto aqui é HQ vai essa do Arthur Luca (Bambino) - de 1900 - que lembra muito aquela do Olavo Bilac:


In Biblioteca Nacional

17 julho 2017

Kurt Caesar (1906 - 1974). Um dos papas da Ficção Científica em Quadrinhos

Estava  eu em uma outra pesquisa quando me deparei com esse quadro:

12 de abril de 1936
Aí pensei, esses franceses são bons em HQ!  Mas o copyright é de uma editora italiana (Editrice Moderna), aí fui no Google.  Encontrei esse post do Fumetti Classici que indicava uma edição em italiano do mesmo artista, no Museo della Figurina.
Na verdade o fera em questão é mezzo-francês-mezzo-italiano segundo o Lambiek.
No Fumetti Classici há um outro post, sobre a revista francesa (essa da imagem lá de cima) que publicava o artista mais italiano que frances.  E foi nesse post que me dei conta de uma outra HQ, essa pelo jeito francesa mesmo:  Futuropolis - que parece muito boa e até pode vir a ser uma das primeiras a usar um personagem robô gigante e tripulado!

Bom, e quanto à revista francesa do início do post?  Taqui o link, man:  L'Aventureux - são cerca de dezoito números, ainda não tive tempo de ler.