11 maio 2018

Miguel Calombrero (1913 - 1969)

Por onde pesquisei na internet só encontro referências do Miguel Calombrero, pseudônimo de Miguel Dias Santos - via Blog do Vila - no que tange à pintura e à cenografia.
Tem seu trabalho como cenógrafo também citado na tese de Jussilene Santana - UFBA.
Mas ele também foi quadrinista, meio bissexto é verdade, mas quadrinista com pelo menos um personagem criado, o "Anjo Belé".  Era um anjo que pediu a Deus pra visitar a Terra e o pedido lhe foi concedido por um prazo de um ano.
Aqui na Terra ele ajudou a Fininha (e por conseguinte toda sua família) que era uma jovem muito sofrida.
A aventura foi publicada durante seis edições de O Tico-Tico, com início na edição 2015 do ano de 1953 até a edição de número 2020 do ano de 1954, sendo duas pranchas em cada edição isso dá um total de 12 pranchas.
A tirinha tinha um teor católico, envolvia um frei chamado Cirilo que também ajudava as pessoas

Primeira aparição na ed. núm. 2015
Ed. núm. 2016

Ed. núm. 2017
Ed. núm. 2019

Última aparição - ed. núm. 2020
Ele desenhou pelo menos dois dos famosos "Presépios de Natal" de O Tico-Tico, como é dito na própria revista na sua edição de número 2002 do ano de 1954.


Seu trabalho como pintor é citado em pelo menos três sites de artes mas onde encontrei com melhor definição o quadro "Baiana" foi no Tableau Arte & Leilões.


Updated em 18 de maio de 2018:
Ele colaborou também na revista "Tiquinho" criando a personagaeam "Maria Pintada" em 1962, dica do Ota e imagem do Luiggi Rocco:


Fonte principal:  Biblioteca Nacional

Nenhum comentário: