08 julho 2017

Personagens menos badalados do Yantok

Em O Tico-Tico (1910) Max Yantok ilustrou o romance Robison Crusoé - creio que todo - como mostra a capa:

Ed. 267 de 1910
Daí o próprio Yantok resolveu fazer uma paródia (em vários capítulos), chamava-se Jick Tyndall:

Ed. 286 de 1911
Ed. 292 de 1911
Criou também a série (com vários capítulos) "À Volta do Mundo", que seria o embrião das desventuras de Kaximbown, vejam que os personagens são os mesmos:  Capitão Ferragon (quase idêntico ao Kaximbown), Tonico, Pipoca e Valente (que se tornou Pistolão em Kaximbown).

Ed. 238 de 1910
Assinava como Ketno:

Ed. 242 de 1910
Criou o personagem Tom Balykan (que não encontrei nada, salvo essa 'capa'):

Ed. 352 de 1912
Criou pelo menos duas séries (de um total de sete) de "AS SETE LENDAS DO TICO-TICO MÁGICO".  Uma delas "A Bandeira Brazileira" onde o gurreiro Brazil "chefe de uma imensa povoação de heroes" reúne seus fihos maiores Aymoré, Tamoyo e Guarany para vasculharem o mundo todo e trazerem "o mais bello e util para a patria".  Pelo caminho eles se deparam com a fada Patria (que lhes entregou um talismã com poderes extraordinários etc.), a princesa Atlanta (que ficou com o talismã), o anão Tupy (guardião da Lua - que era tb em forma de fada):

Ed. 265 de 1910
Ed. 271 de 1910
Mais um da lavra de Yantok foi o super-herói "Pery"- um misto de Príncipe Gilberto + Príncipe Oscar + Fikom + Little Nemo.  Ele tinha um anel-talismã com super poderes (transformou um ciclone em uma simples chuva, curou um doente que estava abandonado, ao dormir/cochilar produzia audição acima do normal e teias de aranha.  Além de cavalgar seres fantásticos...):

Ed. 242 de 1910

Também na ed. 242 de 1910 - repare que Yantok aqui assinava "Mephisto"
Ed. 250 de 1910 (parece cena de desnho animado que irrita a gente, aqui ele não usa o talismã)


Ed. 261 de 1910 - essa parece ser a origem do super herói, bem nos moldes atuais primeiro se publica uma aventura depois sai a origem.
Ed. 263 de 1910
Ed. 264 de 1910
Bom, segue como bônus um crossover entre Kaximbown e Zé Macaco (do Alfredo Storni):

Ed. 336 de 1912
E mais bônus na forma duma 'fanart', eh isso, naquele tempo já existia 'fanart'.  Foi enviado pelo Armando Souza Diniz - fã do Sabbado e do Pipoca:

Ed. 357 de 1912
E um útimo bônus.  Pra quem não conhece o Yantok aqui vai uma autocarica do cara:

Ed. 312 de 1911
in Biblioteca Nacional, com uma consultinha no Guia dos Quadrinhos.

Nenhum comentário: