26 março 2017

Continuando a pesquisa, identificando artistas.


 Essa é a assinatura do artista italiano que teve muito pouco tempo pra fazer HQs.  Se dedicou à pintura.  Aqui você se depara com um naco do talento do cara.  Pena que ele não dedicou mais tempo aos quadrinhos.

Ele faz parte do projeto que estou engendrando:  O Nascimento dos Quadrinhos Brasileiros - Século XIX.

Segue a lista (ainda me falta algumas datas de nascimento/falecimento pra tratar da questão de direitos autorais) em ordem cronológica de aparecimento das HQs:

Sebastien Auguste Sisson
Henrique Fleiuss (Heinrich Fleiuss)
Ernesto Augusto de Souza e Silva Rio (Flumen Junius)
A. C.
Joseph Mill
Angelo Agostini
Cândido Aragonez de Faria
João Pinheiro Guimarães
V. Mola
A. P.
Antonio Augusto do Valle de Souza Pinto
Francisco Aurélio de Figueiredo e Melo (Léo)
Luigi Borgomainerio (D. Ciccio)
Arthur Lucas (Bambino, X, L (?))
Raphael Augusto Prostes Bordallo Pinheiro
Aluisio Tancredo Belo Gonçalves de Azevedo (Acropólio, Asmodeu (?))
Nicoláo Huascar de Vergara
A. P. Caldas
C. Ferreira
João Affonso do Nascimento
Foligomio Mag.es
Belmiro Barbosa de Almeida Junior (Bromeli, Bel, Romibel)
Y. C.
Francisco Hilarião Teixeira da Silva (preciso do contato da família)
Dóra
Gavarni
Antonio Bernardes Pereira Netto (Asmodeu ?)
R. Lima
A. B.
Narciso Antonio Glaudio Figueras Girbal – (Rapp, Stek)
Manoel Teixeira da Rocha (D. Caralampio)
Gustavo Giovanni Dall’Ara
Oscar Pereira da Silva
Nicephoro Moreira
Julião Felix Machado
A. Castaño
A. Junior
Rato
Augusto Santos (Falstaff)
Raul Paranhos Pederneiras (preciso contato da família)
Calixto Cordeiro (K. Lixto) (preciso contato da família)
Alfredo Cândido
H. Posseigür (Bybyo (?))
Helios Aristides Seelinger
J. Carlos
Alfredo Storni
Vasco Machado de Azevedo Lima – Hugo Leal (?)
Caran D’Ache da Silva
Cícero Valladares – Dudu
Leonidas Freire (Leo)
Mario de Barros - Heronio
Refosteto
Augusto Rocha
José Campos Junior (leitor)
Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac (Fantasio)
Lemmo Lemmi (Voltolino)
Álvaro Marins (Seth)
J.R. Lobão (assina com um “phi” – guia dos quadrinhos – mas Herman Lima diz ser Agostini, seria o pronome pessoa “io” ao invés da letra grega “phi”?)

editado em 13 de maio de 2107

2 comentários:

Rod Tigre disse...

J.R. Lobão não seria João Baptista Ramos Lobão? Trabalhou em O Malho e também no Tico Tico, fez a capa do número 1 inclusive, era um português, desenhava muito, tinha um estilo realista.

Leonardo De Sá disse...

"Hugo Leal" era pseudónimo de Vasco Lima, é bem sabido. Porqué o ponto de interrogação na lista? E o J.R. Lobão era efectivamente o João Ramos Lobão. Não tinha Baptista no nome (e ainda menos Batista), apenas os três que indiquei. Teve carreira curta pois faleceu no Rio de Janeiro com 37 anos, em 1917. E foi enterrado no cemitério de S. João Baptista e daí provavelmente a confusão! Como de costume, aparecem também na rede (e em livros) várias datas disparatadas para a sua morte. Vasco Lima e Ramos Lobão tinham ambos nascidos em Portugal.